Conecte-se conosco

Trânsito

Mulher morre e outras três pessoas ficam feridas em acidente na BR-277 em Guarapuava

Alô Paraná

Publicado:

em

Um grave acidente neste domingo, 11, deixou uma mulher, de 34 anos, morta e outras três pessoas, entre elas duas crianças feridas, na BR-277, em Guarapuava.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro saiu da pista e bateu em uma árvore após o motorista perder o controle da direção.

A mulher estava no banco do passageiro e morreu no local. O motorista, de 39 anos, ficou ferido em estado grave. Duas crianças, uma de sete meses e outra de 10 anos, tiveram ferimentos leves.

Ainda segundo a PRF, a criança de 10 anos, conseguiu sair do veículo e pedir ajudar na rodovia. O bebê viajava na cadeirinha e estava bem protegido.

As vítimas foram levadas para o Hospital São Vicente de Paula, em Guarapuava.

Trânsito

PRF determina suspensão e recolhimento de radares móveis

Alô Paraná

Publicados

em


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) determinou hoje (15) que “todos os gestores e servidores” suspendam o uso e recolham “equipamentos medidores de velocidade estáticos, móveis e portáteis”. Em nota encaminhada à imprensa, a PRF informa que a determinação vale até que o Ministério da Infraestrutura conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas.

A determinação ocorre no mesmo dia em que um despacho do presidente Jair Bolsonaro, com o mesmo teor, foi publicado no Diário Oficial da União.

Conforme o comunicado da PRF, estão revogados atos administrativos sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais. Os policiais rodoviários também deverão rever normas internas sobre a atividade de fiscalização de trânsito quando a cargo da PRF.

A direção da PRF pede que sejam “adotadas as providências para a proposição de nova regulamentação” a cargo do Ministério da Infraestrutura.

Continue lendo

Trânsito

Caminhão desgovernado invade casa e mata três pessoas, entre elas uma criança, em Ponta Grossa

Alô Paraná

Publicados

em


Um caminhão desgovernado invadiu uma casa na tarde desta segunda-feira (12), e matou três pessoas da mesma família na Vila Princesa, em Ponta Grossa (PR). Maricelia Aleluia Carneiro, de 28 anos, sua filha Maria Valentina, de apenas um ano e oito meses, e avô da criança, de Dilson dos Santos, de 51 anos, morreram no local.

Segundo testemunhas, no momento do acidente Dilson trabalhava em uma oficina ao lado da casa, quando percebeu que o caminhão estava descendo a rua desgovernado. Ele correu para dentro do imóvel para tentar salvar Maricelia a neta. Os três morreram abraçados.

O motorista do caminhão ficou preso nas ferragens e foi retirado pelo Corpo de Bombeiros.

A casa, que tinha uma cozinha, um banheiro e um quarto, ficou totalmente destruída. As outras filhas da jovem, estavam na aula no momento do acidente.

Os corpos de Maricelia, Maria Valentina e Dilson serão sepultados às 16h de hoje no Cemitério São Vicente de Paula, em Ponta Grossa.

Continue lendo

Trânsito

Balanço mostra aumento de óbitos no trânsito em Curitiba

Alô Paraná

Publicados

em


De acordo com balanço do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), 32 pessoas perderam a vida no trânsito, em Curitiba, no primeiro semestre deste ano, período em que foram registados 2.993 acidentes na Capital. De janeiro a junho de 2018, houve 2.849 acidentes que resultaram em 25 óbitos. Segundo a unidade policial, o desrespeito à legislação de trânsito e a imprudência são os principais fatores que elevaram os índices. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (19).

Considerando somente os acidentes com vítimas, as ocorrências aumentaram 8,04% (de 1.237 subiu para 2.082 casos) na comparação do primeiro semestre deste ano com o de 2018. O número de pessoas feridas cresceu 2,98%. Foram 2.385 vítimas nos primeiros seis meses deste ano e 2.316 no mesmo período do ano anterior.

Para o porta-voz do BPTran, tenente Rafael Kowalski, ainda falta aos motoristas o bom senso e o respeito às leis de trânsito. “Investimos fortemente em educação no trânsito, mas, ainda assim, acompanhamos casos em que a imprudência e a negligência estão presentes na conduta das pessoas, ocasionando acidentes e tragédias familiares”, disse.

As três vias em que mais aconteceram acidentes de trânsito de janeiro a junho de 2019 foram a Avenida Marechal Floriano Peixoto (63), a Avenida Comendador Franco (57) e a Avenida Visconde de Guarapuava (48). Durante todo o ano passado, a Avenida Marechal Floriano Peixoto teve 108 acidentes, seguida pela Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, com 101, e pela Avenida Visconde de Guarapuava, com 87.

A extensão das vias, que interligam as regiões Sul e Central da Capital e a Região Metropolitana, e o tráfego intenso de veículos são os principais motivos para o alto número de acidentes. “São motos, ônibus do transporte coletivo, táxis, motoristas de aplicativos de transporte privado disputando cada espaço com a ideia de perder o menor tempo possível no trânsito”, explicou o tenente Kowalski.

Ele acrescenta que outro aspecto que eleva o número de acidentes é o aumento da frota, que ganhou 18 mil veículos na cidade na comparação entre os períodos analisados.

EDUCAÇÃO – As campanhas educativas que o BPTran desenvolve com instituições parceiras ligadas ao trânsito são constantes. O trabalho é intensificado todos os anos em datas como o Dia do Motociclista, o Dia Nacional de Prevenção a Acidentes, a Semana Nacional do Trânsito e o Maio Amarelo. “Ao invés de uma caneta e um bloco de infrações de trânsito, os policiais militares têm investido no diálogo e aproximação com os condutores”, explicou o tenente.

Além de blitzes educativas, palestras em universidades e escolas têm como objetivo informar o público jovem, a fim de que ele seja um disseminador de conhecimento para familiares e amigos. “Acreditamos que com a educação poderemos fazer mais, salvando vidas com a prevenção”, acrescenta o tenente Kowalski.

Continue lendo

EM ALTA