Conecte-se conosco

Litoral

Litoral do PR terá shows de Alexandre Pires e Eduardo Costa nesta sexta

Alô Paraná

Publicado:

em

A mistura de ritmos de Alexandre Pires e as modas sertanejas apaixonadas de Eduardo Costa encerram a programação musical do Palco Verão Maior, nesta sexta-feira (24). Os shows são gratuitos e fazem parte da programação cultural promovida pelo Governo do Estado em parceria com a Renault do Brasil.

Alexandre Pires, ex-líder do Só Pra Contrariar, comanda o palco em Matinhos e vai cantar para cerca de 20 mil pessoas. O show se chama O Baile do Nêgo Véio e reúne hits próprios e de bandas de pagode e samba dos anos 1990 como Domingo, Adoro Amar Você e Marrom Bombom.

Eduardo Costa encerra a programação de Guaratuba com sucessos da carreira como Olha Ela Aí, Coração Pirata e Sapequinha. A arena da cidade tem capacidade para 8 mil pessoas. O cantor mineiro chega ao Litoral depois de gravar um show para o seu quinto DVD, nesta quinta-feira (23), em Curitiba.

As pulseirinhas para o show em Guaratuba já estão esgotadas. Para o show de Matinhos ainda há distribuição em pontos específicos da praia. Os ingressos deverão ser trocados com antecedência nos postos autorizados. Serão restringidas duas entradas por CPF.

SEGURANÇA – A Polícia Civil estará presente no Parque de Eventos, em Guaratuba, com uma delegacia móvel. Os policiais trabalharão durante todo o show para registrar boletins de ocorrência, flagrantes e prestar auxílio à população. A Polícia Militar estará presente nos dois shows com módulos móveis, viaturas e motocicletas.

PALCO VERÃO MAIOR – A programação cultural de janeiro nas praias do Paraná contou com shows de Jerry Smith, César Menotti e Fabiano, Michel Teló, Pedro Paulo e Alex, e Edson e Hudson. Mais de 80 mil pessoas frequentaram os palcos nas últimas três sextas-feiras.

VERÃO MAIOR – O Verão Maior é uma ação integrada do Governo do Estado em parceria com os municípios do Litoral, das praias de água doce no Noroeste e Oeste do Paraná. Na região de Porto Rico e na Costa Oeste (municípios lindeiros) também são desenvolvidas ações do projeto. Serão, ao todo, 74 dias de atividades esportivas, culturais e de cidadania.

Programação de Matinhos

24/01 (sexta-feira) – Alexandre Pires

Local do show: Centro de Eventos da Rotatória de Matinhos – Av. Paranaguá com a Av. Brasil.

Pontos de entrega de ingressos:

Casa da Cultura (Rua Albano Müller, 111)

Ginásio Vicente Gurski (Avenida JK de Oliveira)

Centro de Eventos Rotatória (Av. Paranaguá com a Av. Brasil)

Balneário Gaivotas (quadra de esportes – Av. Paranaguá esquina com a rua Padre Osvaldo Gomes)

Programação de Guaratuba

24/01 (sexta-feira) – Eduardo Costa

Local do show: Parque de Eventos de Guaratuba – Rua Antonio Rocha N° 480

Litoral

Paraná: 30 toneladas de lixo foram coletadas das praias na virada do ano

Alô Paraná

Publicados

em


O volume de lixo coletado nas praias de Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná na noite da virada do ano foi 25% maior que na mesma data do ano passado. Ao todo, foram coletadas 30,5 toneladas de entulho deixadas na areia. 

O serviço de limpeza das praias é feito diariamente em 48 quilômetros de areia por equipes contratadas pela Sanepar para trabalhar durante todo o período da operação Verão Maior. O material recolhido é transportado pelas prefeituras para aterros sanitários.

Entre os dias 20 de dezembro e 01 de janeiro, foram coletados 177.780 quilos, quase a mesma quantidade (97%) do mesmo período do ano anterior, quando o volume foi de 182.385 quilos. Com exceção do primeiro dia do ano, a média diária recolhida foi de 12.271 quilos de resíduos sólidos, pouco menos do que a média do mesmo período (20 a 31 de dezembro) do ano anterior, quando o volume foi de 13.183 quilos.

A Sanepar tem feito um trabalho de conscientização ambiental, com a distribuição de sacolinhas plásticas, para que os próprios banhistas recolham o lixo que produzem enquanto estão na praia. Além disso, a Sanepar distribuiu nos balneários 300 tambores para receber os resíduos gerados. 

“É um trabalho constante, que busca conscientizar as pessoas para que cuidem do seu lixo, que façam o descarte adequado nos tambores e, assim, contribuam com a preservação do meio ambiente. Isso traz mais conforto para todos”, disse o coordenador de Resíduos Sólidos da Sanepar, Fabiano Ochmat.

Continue lendo

Litoral

Navios de cruzeiros poderão voltar a atracar no Litoral do Paraná

Alô Paraná

Publicados

em


A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo estuda a possibilidade de navios de cruzeiro (turísticos) fazerem a parada no Litoral do Paraná, qual a logística e operação necessária e quais os atrativos turísticos que podem ser explorados na região.

O estudo é resultado de reunião desta quarta-feira (29) na sede da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, em Paranaguá, com representantes da Paraná Turismo, da MS Eco Cruises, Prefeitura de Antonina e diretoria dos Portos do Paraná.

“O turismo é uma prioridade desse Governo e o turismo náutico no Litoral passa a ser uma grande porta de entrada para o desenvolvimento em todo o Estado”, diz o secretário Márcio Nunes. “A reunião foi muito importante para que todas as partes entendam a logística dessa operação”, afirmou.

Segundo ele, o objetivo dessa primeira reunião é estruturar o melhor local de parada dos navios e não ser apenas uma escala, mas sim uma possibilidade de embarque e desembarque de passageiros.

O superintendente dos Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, diz que o desafio é grande, porque são anos sem receber navios cruzeiros e a orientação do Governo é que se busque mais esse atrativo para o Litoral. “São projetos importantes e o que o Porto irá buscar é dar apoio operacional para isso”, afirmou.

REUNIÕES – O objetivo é que se façam reuniões técnicas com representantes dos municípios, portos, empresas de navios, turismo e meio ambiente para que se tenha um levantamento real da possibilidade de desenvolver mais essa forma de turismo no Litoral.

Segundo Nunes, essa reunião foi um grande passo para colocar o projeto em prática. “Se temos 1000 quilômetros para andar, andamos 1 quilômetro hoje, no sentido que nós queremos transformar o Paraná no Estado mais moderno e mais sustentável do Brasil. Mas para que isso aconteça, nós precisamos aprofundar os estudos”, acrescentou.

Continue lendo

Litoral

Litoral terá reforço da Polícia Militar no feriadão

Alô Paraná

Publicados

em


O Litoral terá reforço de 300 policiais militares durante os cinco dias do Carnaval para intensificar o policiamento durante os festejos que ocorrerão nos sete municípios. Este contingente soma-se ao efetivo já existente na Costa Leste para a Operação Verão 2018/2019.

A Operação Carnaval começa nesta sexta-feira (01) às 12h e segue até a volta dos veranistas e foliões na Quarta-Feira de Cinzas (06). No mar, terra e ar a Polícia Militar estará presente para atender a população e garantir a ordem e a tranquilidade.

A previsão é de que cerca de 1,5 milhão de pessoas desçam ao Litoral. De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos, a expectativa de maior público redobra a atenção da Corporação para acompanhar a movimentação de pessoas que estarão chegando ao Litoral de todas as partes do Estado e também de outras regiões do Brasil e até de países vizinhos.

“Estamos designando mais policiais para que o Carnaval seja seguro tanto para os foliões quanto para os moradores e demais turistas que buscam as praias para descansar ou se divertir”, disse o coronel.

A presença das viaturas e equipes policiais será constante na orla marítima e nas praias com maior concentração de público. Nos módulos móveis dispostos nos principais balneários, os cidadãos poderão obter informações, fazer denúncias e também identificar crianças e pessoas idosas com a pulseirinha de identificação, distribuídas gratuitamente.

Nos bairros e áreas comerciais as viaturas de Radiopatrulha também trabalharão dia e noite, além dos locais onde ocorrerão os desfiles e passagem dos trios elétricos. A PM fará ainda a fiscalização da circulação de garrafas de vidro nos locais de festa, cumprindo a orientação do Poder Judiciário das cidades litorâneas. O trabalho abrange a comercialização e posse de tais materiais em todas as festividades de Carnaval no Litoral.

Na Ilha do Mel, a PM também vai acompanhar o embarque e desembarque dos turistas e prevenir a entrada de drogas e armas na ilha. O trabalho será feito pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope), com o auxílio de cães de faro da Companhia de Operações com Cães.

O comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Marcos Rodrigues, afirmou que a população será protegida com as modalidades de policiamento a pé, motorizada, com motos, e frações de tropas especializadas como da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) e da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam). O policiamento será feito consoante às estratégias definidas em parceria com os outros órgãos de segurança pública.

“A nossa missão é aplicar o efetivo de maneira equitativa para toda a população do Litoral. Fizemos várias reuniões para ajustar detalhes como locais, horários de início e término dos eventos, e orientações de segurança para que tudo transcorra com tranquilidade”, afirmou.

REFORÇO – Da Capital virão efetivos do 1º Comando Regional da PM, e da Região Metropolitana haverá reforço com integrantes do 6º CRPM e da Academia Policial Militar do Guatupê. O Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária e o Batalhão de Operações Especiais também estarão no Litoral. As equipes do Batalhão de Polícia de Trânsito vão estarão coordenar o policiamento do trânsito.

Os alunos do Curso de Formação de Oficiais também serão usados nas ações preventivas. A atuação dos alunos é prevista na grade curricular do curso e complementa o aprendizado de doutrinas e técnicas obtidas em sala de aula.

RODOVIAS – A presença da PM se estenderá das cidades às rodovias estaduais que cortam o Litoral. Para tanto, o Batalhão de Polícia Rodoviária colocará equipes policiais nos cinco postos rodoviários do Litoral para intensificar a fiscalização de entrada de veículos.

O objetivo é detectar irregularidades, coibir crimes de trânsito (principalmente embriaguez ao volante e excesso de velocidade) e orientar os motoristas com condutas defensivas de direção.

Continue lendo

EM ALTA