Conecte-se conosco

Brasil

Já estão em vigor as novas regras do frete mínimo para caminhoneiros

Alô Paraná

Publicado:

em

Começam a valer a partir de hoje (20) as novas regras para o cálculo do frete mínimo de transporte de cargas. As alterações, publicadas publicadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na quinta-feira (18), determinam que o cálculo do frete mínimo passará a considerar 11 categorias na metodologia para os diferentes cálculos dos pisos mínimos. Antes, o cálculo não se baseava em categorias. Entre as categorias de cargas estão os transportes de graneis sólidos, líquidos, cargas frigorificadas, cargas conteinerizadas e transportes de cargas perigosas em diferentes modalidades, sólidas e líquidas.

A resolução também amplia os itens levados em consideração para o cálculo. Segundo a norma, o cálculo do piso mínimo de frete levará em consideração o tipo de carga; também serão aplicados dois coeficientes de custo: um envolvendo o custo de deslocamento (CCD) e, outro, de carga e descarga (CC) que levará em consideração o número de eixos carregados. A resolução determina ainda que será levada em consideração a distância percorrida pelo caminhoneiro.

Detalhamento

Outro tema presente na resolução da ANTT é o detalhamento da multa para quem contratar o serviço abaixo do piso mínimo. A pena a ser aplicada é de duas vezes a diferença entre o valor pago e o piso devido, R$ 500 no mínimo, e R$ 10.500 no máximo. Quem ofertar contratação do transporte rodoviário de carga abaixo do piso mínimo pode ser multado em R$ 4.975.

No final de  maio, a agência reguladora já havia anunciado que deixaria de aplicar multa aos caminhoneiros por descumprimento da aplicação da tabela  De acordo com a ANTT, a aplicação de multa aos caminhoneiros que aceitavam fretes abaixo do piso mínimo desmotivava os motoristas a denunciar as empresas que estavam pagando o preço abaixo da tabela. Com a alteração, nenhum caminhoneiro autônomo pode ser multado caso esteja transportando cargas no valor abaixo do piso mínimo de frete estabelecido.

A ANTT informou ainda que vai aprofundar, até janeiro do próximo ano, os estudos para tratamento de cargas especiais (vidros, animais vivos, guincho para reboque de veículos, produtos aquecidos, logística reversa de resíduos sólidos, granéis em silo etc.), tratamento específico de cargas fracionadas e para transporte dedicado voltando vazio. A agência vai analisar ainda o destaque do diesel na fórmula do piso mínimo.

Economia

Rendimento médio cai no Paraná no 2º trimestre, diz IBGE

Alô Paraná

Publicados

em


Na passagem do primeiro trimestre para o segundo trimestre do ano, o rendimento médio dos trabalhadores ocupados recuou significativamente no Paraná (queda de 4,3%, para R$ 2.488) e Distrito Federal (recuo de 4,7%, para R$ 3.945).

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na média nacional, o rendimento médio real de todos os trabalhos foi estimado em R$ 2.290, uma queda em relação ao trimestre imediatamente anterior (quando estava em R$ 2.321) e também em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (quando foi de R$ 2 295).

Em relação ao segundo trimestre de 2018, não houve variação estatisticamente significativa do rendimento médio real em nenhuma unidade da federação, afirmou o IBGE.

Continue lendo

Educação

Inscrições para o processo seletivo do Colégio da PM estão abertas

Alô Paraná

Publicados

em


O Colégio da Polícia Militar (CPM) está com inscrições abertas para o teste classificatório 2020. São 120 vagas do 6º ano do Ensino Fundamental e 90 vagas do 1º ano do Ensino Médio. As inscrições seguem até 09 de outubro e devem ser feitas pelo site cpmpr.com.br/. A taxa de é R$ 95,00. É possível solicitar a isenção mediante comprovação de situação econômica por meio de cadastro em programas sociais governamentais.

Das 120 vagas para o 6º ano do Ensino Fundamental, 72 são destinadas a filhos de militares estaduais e o restante para civis. Para o 1º ano do Ensino Médio serão 90 vagas, 54 delas preferenciais e 36 complementares. A previsão para a aplicação das provas é dia10 de novembro para o 1º ano do Ensino Médio e 24 de novembro para o 6º ano do Ensino Fundamental.

HISTÓRIA – O Colégio da Polícia Militar do Paraná foi criado pelo decreto nº 24.826, de 07 de agosto de 1959, tendo seu primeiro ano letivo em 1960. Somente em 1977 passou a funcionar como escola de 1º e 2º graus e em 04 de agosto de 1981 a denominar-se Cel PM Felippe de Sousa Miranda, em homenagem ao seu primeiro comandante.

O objetivo inicial do colégio era criar a oportunidade do jovem cidadão de conhecer a filosofia militar. Com isto, passou a desempenhar um papel importante na corporação e se tornou reconhecido em todo o país pelo ótimo desempenho de seus alunos em provas como Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e no vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), entre outros.

Continue lendo

Sul

Inaugurado trecho de duplicação da BR-116, em Pelotas

Alô Paraná

Publicados

em


O governo federal inaugurou hoje (12) um trecho de 47 quilômetros de duplicação da BR-116, em Pelotas, no Rio Grande do Sul. De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, a obra está dentro da estratégia de integração regional sul-americana. O objetivo é aumentar a capacidade de veículos, principalmente de caminhões, além de prevenir acidentes.

“[Da BR-116] vão derivar outras rodovias e circular riquezas, mas sobretudo essa obra vai salvar vidas”, disse o ministro. “É possível melhorar a segurança no trânsito por meio da engenharia”, completou.

Freitas destacou que o projeto de duplicação da rodovia é de 2002, que a licitação foi concluída em 2011, mas as obras só começaram em 2017 e nada havia sido entregue até então. Após a liberação dos primeiros 47 quilômetros, o ritmo vai ser mantido, segundo o ministro.

A BR-116 é a principal via de acesso ao sul do estado e ao Porto de Rio Grande, corredor de escoamento de produtos agrícolas e industriais entre o Brasil e o Mercosul. Os cerca de 230 quilômetros entre Porto Alegre e Pelotas estão sendo duplicados e devem ser finalizados até o fim de 2021, com investimento total de R$ 1,6 bilhão.

O presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia de liberação do primeiro trecho e disse que seu governo está “fazendo de tudo para que obras paradas sejam concluídas”. Ele garantiu mais R$ 100 milhões de orçamento para que mais um trecho, de 55 quilômetros, da BR-116 seja concluído em breve.

Após a cerimônia, a comitiva presidencial também deve visitar o canteiro de obras da rodovia e sobrevoar a nova ponte do Lago Guaíba, em Porto Alegre, prevista para ser concluída no primeiro semestre de 2020.

Continue lendo

EM ALTA