Conecte-se conosco

Arapongas

Estado garante apoio à construção de novo hospital em Arapongas

Alô Paraná

Publicado:

em

Governo do Paraná garantiu o repasse de R$ 15 milhões para a construção da segunda unidade do Hospital Norte Paranaense (Honpar), em Arapongas. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (07) pelo secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto. O recurso está reservado no orçamento estadual para 2017 e vai viabilizar a implantação do primeiro módulo do novo hospital, que contempla a ala do Pronto-Socorro.

O projeto está pronto e a obra deve ser iniciada no ano que vem. “Trata-se de um novo hospital, que será referência de atendimento SUS para toda a macrorregião. O investimento nesta obra demonstra o reconhecimento do Estado ao trabalho de excelência que tem sido desenvolvido por esta instituição ao longo de tantos anos”, destacou o secretário.

A previsão é que o Pronto-Socorro terá 4 mil metros quadrados, divididos em quatro pavimentos. O terreno do novo hospital já está sob posse da associação mantenedora do Honpar e fica em uma região de fácil acesso, às margens da rodovia PR-444. A ala terá capacidade para cerca de 4 mil atendimentos por mês e servirá como retaguarda para a Rede Paraná Urgência.

O anúncio foi feito durante a solenidade de entrega de uma série de equipamentos para reforçar a estrutura de atendimento do Honpar – antigo Hospital Regional João de Freitas. Ao todo, o Estado investiu R$ 2,7 milhões na aquisição do conjunto de aparelhos destinados ao centro cirúrgico.

REFORÇO – Para o presidente da associação mantenedora do hospital, Umberto Tolari, a iniciativa do Estado em apoiar o Honpar traz benefícios inestimáveis à população. “Pudemos reformular três salas cirúrgicas. Isso nos dá condições de agilizar o atendimento da população e garantir ainda mais qualidade e segurança ao paciente que é submetido a uma cirurgia, seja ela eletiva ou de urgência”, ressaltou.

Entre os itens adquiridos com recursos estaduais estão aparelhos de imagem e instrumentos cirúrgicos. São 20 monitores multiparamétricos, cinco cardioversores, três focos cirúrgicos, três câmeras cirúrgicas, dois analisadores de gases, um videolaparoscópio, um videoendoscópio neurológico e um endoscópio.

MAIS EXAMES – Nesta sexta-feira também foi inaugurado o novo equipamento de Densitometria Óssea do Honpar. Em parceria com o Estado, o hospital vai ofertar cerca de 200 exames por mês através da rede pública de saúde. “A implantação do serviço é um marco para a região, pois agora a população terá mais uma alternativa para o diagnóstico preciso de osteoporose e outras doenças que atingem os ossos”, explicou o secretário da Saúde.

MATERNIDADE – Durante o evento, Caputo Neto também recebeu da direção do Hospital da Providência, de Apucarana, as plantas e os projetos complementares da obra da nova maternidade da instituição. Em agosto deste ano, o governo estadual já havia anunciado o repasse de R$ 6 milhões para a construção do serviço, onde também funcionará a ala de UTI neonatal, a ala de pediatria e o centro obstétrico.

A diretora-geral do Hospital da Providência, Irmã Geovana Aparecida Ramos, afirma que a construção da maternidade vai trazer mais conforto às gestantes e bebês atendidos na unidade. “Hoje a maternidade funciona em um prédio alugado, o que dificulta que façamos reformas. Com a instalação da maternidade no terceiro pavimento do nosso hospital geral, será possível oferecer o que há de melhor à população e ainda gerar uma economia para nossa instituição”, detalhou.

Arapongas

Estado desapropria áreas para o contorno leste de Arapongas

Alô Paraná

Publicados

em


O Governo do Paraná assinou no último sábado (24) o decreto para desapropriação da área onde será implantado o contorno rodoviário de Arapongas, no norte do Estado. A obra é uma antiga reivindicação do município, devido ao tráfego intenso na BR-369 e por causa dos altos índices de acidentes naquele trecho da rodovia.

“Esse novo contorno vai contribuir para um desenvolvimento mais vigoroso do município e dessa região, que são extremamente importantes para o Estado e são fundamentais para o crescimento de nossa economia”, disse o governador Beto Richa.

O governador também lembrou que há muitas outras obras em execução no Paraná. “Hoje o nosso estado é um canteiro de obras. Elas melhoram a infraestrutura de nossas cidades e desafogam o trânsito, além de dar mais segurança e tranquilidade à nossa população”, completou ele.

Pelo decreto, serão desapropriados 31 alqueires pertencentes a 38 proprietários, totalizando uma área de 748,3 mil metros quadrados. O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) estima que o Governo do Estado desembolse em torno de R$ 14 milhões com a desapropriação.

CRONOGRAMA
O início das obras está previsto para este ano e a conclusão para 2020. O investimento total orçado é de R$ 105 milhões. “O contorno terá 10 quilômetros de extensão em pista dupla, incluindo seis viadutos e retornos em nível, que são necessários para a obra”, explicou o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

O contorno deverá começar na região do quilômetro 180 da BR-369 — alguns metros ao norte do totem que demarca o Trópico de Capricórnio, na região sul da cidade — e termina no quilômetro 189, na saída para Londrina. A nova pista seguirá a leste da rodovia e voltará a se encontrar com a estrada principal nas proximidades do Pavilhão de Exposições de Arapongas, pouco antes da praça de pedágio do município.

SOLUÇÃO – A obra desafogará o trânsito da Avenida Maracanã, lembrou o prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre. Atualmente essa via faz parte da principal rota de ligação do sudoeste paranaense com a cidade de Londrina e o interior do estado de São Paulo. “E isso tem sido um transformo tanto para quem passa pela Maracanã como para quem mora nela”, contou ele.

Onofre ainda disse que o contorno vai dar uma nova vida ao município. “Toda uma nova Arapongas será construída ao lado da rodovia, inclusive um parque industrial, o que vai gerar benefícios não só para nós, mas para toda a região”, complementou.

O projeto para a construção do Contorno Leste de Arapongas teve início em março de 2013, com os estudos técnicos. A concessionária Viapar, responsável pelo trecho, iniciou as negociações para desapropriar as terras em 2017.

FUTUROS INVESTIMENTOS
Ainda serão investidos mais R$ 30 milhões na PR-444. As obras contemplam cinco quilômetros de vias marginais em Arapongas, um viaduto no km 2, além de melhorias no sistema de drenagem local e no trevo de saída para Astorga.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o secretário de Estado de Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion; o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche; o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli; o deputado federal Osmar Serraglio e os deputados estaduais Cobra Repórter, Tiago Amaral e Pedro Lupion.

Continue lendo

EM ALTA