Conecte-se conosco

Polícia

Após 63 km de fuga e tiros, PRF prende caminhoneiro que dirigia sob efeito de cocaína

Alô Paraná

Publicado:

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu em flagrante um motorista de caminhão que dirigia sob efeito de cocaína e quase provocou uma série de acidentes na BR-116, entre Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

A prisão ocorreu na tarde de ontem (8), em Campina Grande do Sul, município da região metropolitana de Curitiba.

Por volta de 12h20, uma equipe da PRF fazia ronda pela Rodovia Régis Bittencourt, na pista sentido São Paulo, altura do quilômetro 25, quando percebeu que diversos motoristas apontavam na direção de um caminhão que transitava mais à frente, no mesmo sentido.

O caminhão, modelo Ford Cargo, transitava em zigue-zague e ameaçava os demais caminhões e automóveis. O motorista realizava mudanças de faixa repentinas, forçando os outros veículos a frear ou sair de pista para evitar uma colisão.
Quando a viatura da PRF se aproximou, foi alvo das mesmas manobras, claramente intencionais, por parte do caminhoneiro, que desobedeceu as ordens de parada. Dezesseis quilômetros à frente, ele fez o retorno e seguiu na direção de Curitiba.

Como havia um risco iminente de o caminhoneiro provocar um acidente de grandes proporções, os policiais rodoviários federais efetuaram disparos na direção dos pneus do caminhão. Mesmo com cinco pneus perfurados, o motorista seguiu em fuga, que totalizou exatos 63 quilômetros. Alguns dos pneus se desmancharam por completo, e as rodas se arrastavam no asfalto.

Barreira e abordagem

Com apoio de um helicóptero da PRF e de outros policiais rodoviários federais e equipes da Polícia Militar, foi montada então uma barreira em frente à Unidade Operacional Taquari, no quilômetro 56 da rodovia.

Quando avistou o bloqueio, o caminhoneiro ainda tentou fazer o retorno e acessar a pista contrária, mas acabou por parar sobre o canteiro central.

Ele se recusou a sair da cabine do caminhão e resistiu à prisão de forma agressiva, se debatendo, chutando e tentando agredir os agentes. Foram necessários seis policiais para contê-lo e algemá-lo.

O motorista, de 23 anos de idade e morador de Caxias do Sul (RS), responderá pelos crimes de conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada por substância psicoativa que determine dependência, direção perigosa, desobediência e resistência à prisão.

Aos policiais rodoviários federais, o homem admitiu ser usuário de cocaína há cerca de dois anos. Dentro da cabine, sob uma folha de papel, foi localizada uma pequena quantidade de substância análoga à cocaína.

O homem transportava uma carga de batatas. Ele saiu do Rio Grande do Sul, com destino à São Paulo (SP). Totalmente fora de si, alegou apenas que alguém estaria tentando roubá-lo –provavelmente um efeito do entorpecente.

A PRF encaminhou o preso para a Delegacia da Polícia Civil de Campina Grande do Sul. O caminhão permaneceu retido no pátio da PRF.

Além dos enquadramentos criminais, o motorista ainda foi autuado por sete infrações de trânsito: dirigir sob efeito de substância psicoativa, dirigir ameaçando os demais veículos, deixar de dar passagem à viatura policial, transitar em acostamento, demonstrar manobra perigosa, transitar sobre marcas de canalização e não portar documento obrigatório.

Publicidade
Clique e comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Diego Alemão, ex-BBB, se envolve em acidente de carro e é preso em Curitiba

Alô Paraná

Publicados

em


Diego Gasquez, vencedor da edição de número sete do Big Brother Brasil, na TV Globo, foi preso em Curitiba, no Paraná, após um acidente de trânsito neste sábado, por volta das 7h.

Segundo informações da polícia para a própria emissora, Diego Alemão, como ficou conhecido, estaria sob efeito de bebida alcoólica ao dirigir e teria ameaçado agredir uma outra pessoa envolvida na colisão, um motorista de aplicativo que disse que estava estacionado, esperando uma corrida, quando o carro do ex-BBB surgiu.

Segundo relato dos agentes, Diego se recusou a fazer o teste do bafômetro, desrespeitou os policiais e tentou agredir o outro motorista. “Ele deu um soco na vítima, deixou uma lesão na vítima e, por esses motivos, foi encaminhado à delegacia”, afirmou o delegado Leonardo Carneiro.

Diego Alemão foi encaminhado à Delegacia de Delitos de Trânsito da região. De acordo com informações da defesa do ex-BBB para o portal de notícias G1, ele negou que estivesse dirigindo embriagado e justificou que estava irritado com a vítima porque “após composição com o motorista e transferência de R$ 7 mil a título de reparação do dano, o motorista passou a exigir mais valores”.

Continue lendo

Polícia

Youtuber curitibano é indiciado após divulgar notícias falsas sobre coronavírus

Alô Paraná

Publicados

em


Um youtuber de Curitiba (PR) foi indiciado pela Polícia Civil nesta terça-feira (14) por publicar notícias falsas sobre o novo coronavírus, o Covid-19. Ele também divulgava receitas caseiras com a promessa de cura ou imunização da doença.

A Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do jovem, que possui um canal no Youtube com mais de 150 mil inscritos.

De acordo com os policiais, o youtuber, que não teve o nome divulgado, indicava receitas caseiras com o uso de cal virgem, alegando a promessa de cura ou imunização.

O caso foi denunciado pelo Conselho de Medicina do Rio Grande do Sul, que alertou que os procedimentos divulgados pelo jovem causam riscos a saúde, além de serem irregulares.


A decisão judicial também determinou que o seu canal fosse retirado do ar pelo Youtube.


Ele foi indiciado pelos crimes de charlatanismo, falsidade documental, falsa identidade e falso alarde. Ele deve responder aos crimes em liberdade.

Continue lendo

Polícia

Polícia Civil do Panará publica edital de concurso público com 400 vagas

Alô Paraná

Publicados

em


A Polícia Civil do Paraná (PCPR) publicou o Edital 002/2020 referente ao Concurso Público da instituição, na noite de quarta-feira (8). Ao todo serão ofertadas 400 vagas, sendo 50 para a carreira de delegado de polícia, 300 para a de investigador e 50 para de papiloscopista do Estado do Paraná.

Para o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach, a reposição desses profissionais ajuda a resolver um problema de defasagem que é enfrentado há anos. “As nossas carreiras estão defasadas há muito tempo. A reposição permanente de profissionais na PCPR é um avanço que faz parte de um planejamento do Governo do Estado. Ao longo dos próximos anos, faremos a reposição do efetivo. Isso irá dar melhores condições de trabalho aos policiais, o que reflete diretamente na excelência dos serviços prestados aos paranaenses”, disse.

As provas serão realizadas pelo Núcleo de Concursos de Universidade Federal do Paraná. O concurso será regionalizado e prevê a realização de provas simultâneas para todas as carreiras na primeira fase. O cronograma prevê o início da seleção para o mês de julho de 2020.

O presidente da Comissão do Concurso, delegado Fabio Renato Amaro da Silva Junior, acredita que este será um dos mais concorridos do Brasil e alerta que o conteúdo programático pretende exigir além das matérias de cunho jurídico. “Conhecimento específico das profissões a serem exercidas também podem ser exigidos”, diz.

O período de inscrições se inicia no próximo dia 04 de maio e vai até as 17h do dia 02 de junho de 2020. Mais informações podem ser obtidas em policiacivil.pr.gov.br/concursos.

Continue lendo

EM ALTA