Conecte-se conosco

Trânsito

Adolescente morre em acidente envolvendo 4 caminhões em Guaratuba

Alô Paraná

Publicado:

em

Um adolescente, de 16 anos, morreu após um grave acidente na tarde desta terça-feira (14) no km 667, da BR-376, em Guaratuba (PR), sentido Santa Catarina.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, um caminhão truck, sem freios, colidiu na traseira de um caminhão furgão, projetando-o na traseira de um terceiro caminhão.

Foto: Polícia Rodoviária Federal

O adolescente estava no caminhão furgão, carregado com empadas, e morreu no local.  O condutor foi encaminhado em estado grave ao hospital para atendimento.

Na sequência o caminhão, que estava sem freios, seguiu descendo a serra e veio a colidir na traseira de um quarto caminhão.

Foto: Polícia Rodoviária Federal
Publicidade
Clique e comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Mulher morre atropelada na Souza Naves em Ponta Grossa

Alô Paraná

Publicados

em


Foto: Divulgação / WhatsApp

Uma mulher, de 66 anos, morreu atropelada na tarde desta quinta-feira (9) na Avenida Souza Naves, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, no Paraná.

Segundo informações, Sandra Pereira de Oliveira, que era moradora de Tibagi (PR), foi atingida por uma caminhonete que seguia sentido centro, no momento em que atravessa a via. Ela estava na cidade com o seu marido e iria realizar compras em um supermercado.

Unidades do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Rodoviária Federal e socorristas da Rodonorte, concessionaria que administra a via, estiveram no local. Infelizmente devido ao impacto, ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local

Continue lendo

Trânsito

IPVA pode ser pago em todos os bancos e casas lotéricas no Paraná

Alô Paraná

Publicados

em


 partir desta segunda-feira (20), o IPVA – Imposto sobre Circulação de Veículos Automotores pode ser recolhido em qualquer banco e também casas lotéricas. A ficha de compensação está disponível no site da Secretaria da Fazenda. O vencimento do tributo começa na quinta (23), de acordo com o final da placa do veículo.

Quem optar pelo pagamento parcelado em três vezes deve seguir o calendário que também está disponível na página da secretaria.

De acordo com o gerente do Setor de IPVA da Receita Estadual, Leonardo Marcon, há sete bancos credenciados para recolher o IPVA (Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Bancoop). Nestas instituições, com exceção do Banco do Brasil, é possível fazer o recolhimento apenas apresentando o número do Renavan, tanto no caixa interno do banco como no caixa automático.

ATRASO – Quem perder a data de pagamento pode seguir o mesmo procedimento para pagar com atraso. Será cobrada multa de 0,33% ao dia mais a taxa Selic. Depois de um mês de atraso a multa é de 10% mais a taxa Selic

O site da Secretaria da Fazenda também permite a consulta de débitos em atraso. Marcon destaca o recolhimento do IPVA é obrigatório para que o Detran emita o licenciamento do veículo, documento que o motorista deve portar em todas as situações. Em caso de não estar em dia o veículo pode ser apreendido pelo agente de trânsito.

Continue lendo

Trânsito

Pedágios das rodovias do Paraná ficam mais caros a partir desta semana

Alô Paraná

Publicados

em


A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) homologou nesta terça-feira (3) o reajuste tarifário anual do pedágio das seis concessionárias do Anel de Integração. A homologação ocorreu durante a reunião ordinária do Conselho Diretor da Agepar, com as devidas análises técnicas e jurídicas, amparos legal e contratual.

O reajuste médio anual será de 3,3627% para cinco concessionárias: Econorte, Viapar, Ecovia, Ecocataratas e Caminhos do Paraná. Somente a Rodonorte terá um reajuste médio de 2,9237%. A diferença ocorre porque a Rodonorte usa a fórmula paramétrica prevista no contrato original, enquanto as demais tiveram esta fórmula alterada a partir de 2014.

A Agepar informa que estas tarifas poderão sofrer alteração, tendo em vista os acordos de leniência que foram firmados ou a serem firmados – que não são de natureza regulatória.

Para a reposição inflacionária foram utilizados os indicadores que compõem a cesta de índices da FGV (Fundação Getúlio Vargas). O reajuste anual das tarifas é previsto em contrato, sendo diferente da revisão tarifária que analisa o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, que já está em andamento em face das Resoluções Normativas 04, 05 e 06 expedidas pela Agepar, no segundo semestre de 2019.

O Agepar informa que o poder concedente, Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), deverá tomar as providências necessárias para aplicação das novas tarifas, assim como a divulgação para os usuários.

Continue lendo

EM ALTA